O que você deve saber antes de montar um provedor de Internet

Compartilhe:

Você está pensando em abrir um provedor de Internet, já que é um negócio promissor, mas não sabe bem por onde começar? Vamos te ajudar com isso! Neste artigo falaremos sobre a parte administrativa e legislativa, os principais requisitos e algumas dicas para que seu empreendimento prospere! Caso você esteja interessado na parte técnica, leia este artigo, que aborda os equipamentos necessários para uma rede básica! Saiba agora, o que você precisa saber antes de montar seu provedor:

Mercado e Investimento

O mercado de prestação de serviços relacionados à Internet tem se revelado crescente, mesmo em um cenário de crise, o Brasil possui um percentual de pequenos provedores de Internet que estão ganhando a preferência dos usuários rurais e de regiões distantes das capitais. Mas essa atividade necessita de um investimento considerável. Além disso, você irá precisar atualizar seus equipamentos com frequência, já que eles podem se tornar obsoletos rapidamente.

Licença SCM

A licença de SCM (Serviço de Comunicação Multimídia) é o principal requisito para evitar problemas futuros. Essa licença é concedida pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), e é válida somente para Pessoas Jurídicas. O valor do investimento para obter essa licença é de aproximadamente R$ 9 mil, mas há maiores facilidades para pequenos provedores de Internet: para os provedores com menos de 5 mil assinantes, não há cobrança de taxa, mas é preciso comunicar à Anatel sobre os serviços que serão prestados.

Taxa sobre serviços

Veja quais são as taxas para provedores regionais:
FUST – Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações;
FUNTTEL – Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações;
Fistel – Taxa de Fiscalização de Instalação (TFI) e Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF), que compõem o Fistel;
CONDECINE– Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional;
CFRP – Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública;
Todas as empresas prestadoras de SCM (Serviço de Comunicação Multimídia) em localidade nacional, incluindo os dispensados de autorização para prestação desse tipo de serviço, têm o dever, pelos termos da lei, de pagar essa contribuição.

Os principais erros

Confira os principais 5 erros ao lidar com esse tipo de investimento:

– Não investir em marketing estratégico;
– Não buscar informações sobre o mercado em que se pretende atuar, mas esse erro você não está cometendo, não é?!
– Não priorizar uma boa gestão financeira;
– Atrasar o pagamento de impostos;
– Não monitorar nem desenvolver a qualidade dos serviços.

Com essas informações, você terá um norte para começar o seu empreendimento, e tornar todo este processo o mais eficiente possível. E então, gostou do artigo? Compartilhe conosco!